terça-feira, 23 de abril de 2013

Um horizonte próximo





Sim eu consigo enxergar,
Está se aproximando cada vez mais
Estou quase lá, vejam só como é grande a extensão da conquista.
Não é preciso fechar as portas, nem apagar as luzes novamente,
O vento carrega as incertezas e as impurezas da vida.
Também não é preciso chorar mais vezes
Nem ouvir as canções pesadas, as antigas bandas de rock se foram
Você está ai a um passo do esquecimento, um dilúvio quase te afunda
Uma tempestade de solidão quase te leva, você é forte, você foi forte
Aquela mulher não te ama mais, você foi forte...
Você está quase lá. Olhe adiante. O que vê? Consegue vê a multidão
Se desmanchando, os soldados foram embora, a forca continua lá,
Mas você está caminhando para além dela, você está quase lá.
Essa é a tua última chance, talvez aja alguém te esperando
Você precisa caminhar mais rápido.
Está quase lá, está cada vez mais próximo.
Sorria agora, é preciso deixar uma brecha.
É preciso sentir algo diferente
É preciso está atento, portas como essa só se abrem uma única vez.
Está quase chegando, percebe o som estremecido de cada passada?
Esqueça a forca, as lágrimas, esqueça a multidão siga adiante
E atravesse a porta. O que há lá? Não pergunta entra.