quinta-feira, 11 de julho de 2013

Vinho barato



E se tivesse condições de comprar o vinho mais caro que existe, aquele extraído dos vinhedos selecionados da Itália ou de Portugal e aprovado pelo melhor sommelier que existe, ainda assim optaria pelo velho vinho barato do barzinho de esquina. Aprecio de mais o prazer e o gosto de simplicidade que carrega em sua acidez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário